domingo, 2 de agosto de 2009

Você e outras poesias

Ao som de Ooh La La - The Faces , ou Everybody's Gotta Learn Sometime do Beck



Fim da tarde, sol se pondo, Sr.F caminhado na sua volta para casa encontra uma amiga sentada em um banco de uma praça, segurando um girassol em uma das mãos e apoiando um caderno nas pernas que estão cruzadas, os óculos escuros escondem o que seus olhos procuram:


Sr.F – O que te trazes á praça a esta hora?

Srta.L – Oi! Ah, eu estava tentando escrever uma poesia

Sr.F – Bonita flor

Srta.L – É, eu estava vendo se ela me trazia inspiração... Não estou tendo muito sucesso nesta Minha... Missão (sorri levemente)

Sr.F – Missão? Estranha a maneira como tratas algo que deveria ser prazeroso

Srta.L – Antes que meu corpo desvaneça,
Ou minha mente se esgote e de lembranças eu só tenha meu ultimo suspiro,
Um verso rematado, uma estrofe elegante construirei,
Uma sublime poesia terei

Sr.F - Leia, escreva e então terás sua poesia

Srta.L - Para você é algo simplório, mas por mais incrível que te possa parecer; para mim está
sendo uma tarefa obscura, inglória

Sr.F - Não faça da poesia uma tarefa ou missão, naturalmente a terá.

Srta.L - Você tem facilidade para isso, nasceu poeta.

Sr.F - A poesia não é um dom, a poesia escolhe os corajosos, não os virtuosos à ventura

Srta. L - Eu queria saber o que eu sei agora; quando eu era mais nova;
Srta. L - É que não consigo achar as palavras certas sabe? Isto me desanima, acho que estou
Fazendo tudo errado.

Sr.F - Não procures palavras, são elas que tem que te procurar, a rigor não existem
sinônimos, não desejes rimas nem pretendas versos perfeitos

Sr. F - Não precisas ser um poeta para fazer poesia, o papel se contentará em ter seu
sentimento expresso nele

Srta. L – Sentimentos e emoções não me faltam,
As tantas lágrimas que derramei me fariam escrever epopéias,
No entanto minha mente e sua fadiga torturam-me;

Srta. L - Sinto... Que cada vez mais eu fico sem assunto,
Não sei se é preguiça de falar, de escrever, ou preguiça das pessoas.
Eu queria saber o que eu sei agora; quando eu era mais forte;

Sr.F - Não percebestes mas esteve fazendo poesia em todo este momento

Sr.F - Achar que poesia somente é construída à base de galantes palavras, é subestimar a
Poesia

Srta.L - Humm...Pois acho que você é mais um fruto da minha perspicaz capacidade de
enganar as pessoas, amigo, sinto muito te decepcionar, mas sou uma fraude

Sr.F - Não é a mim que você deve desculpas e sim a si mesma

Sr.F - Não me entristece ver que sua poesia é ruim, me entristece ver que não acreditas que
possa fazer uma

E assim Sr.F se despede de sua amiga e ruma em direção a sua casa. No outro dia fazendo o mesmo percurso , no mesmo banco onde sua amiga estava sentada no dia anterior, Sr.F vê um bilhete, seguro por um girassol, ele o pega para ler então:

“ Razão você teve, prodígio não sou, nem quero ser;
Se algo importante quero fazer, talvez seja para permanecer,
Mas se assim fizer, lembrada serei por quem?

Não preciso de elogios oportunos e muito menos de falsidades,
A estes lhes desejo que nunca vejam estes versos
A quem quero que este poema agrade não contará palavras, ou linhas,
Nem se importará com a perfeição de uma rima ou a forma de uma estrofe,

Eu não me importarei.”






Obrigado,
Consegui!

41 comentários:

Abil. disse...

"não desejes rimas nem pretendas versos perfeitos"

Bravo!
Estes devem ser o espelho, o resultado, a consquencia.

®Felipe2009® disse...

Parabéns pelo blog

passa lá no meu:
http://umblogsemnocao.blogspot.com/

Jeferson Assis disse...

Olá, tudo jóia? Pow, gostei do diálogo entre vocês.
Belo blog.

http://blogdojeco.blogspot.com

Abraços.,...

Bruno R.Ramos disse...

Gostei da análise do discurso, da construção da reflexão pelo diálogo poético. Inovou. Parabéns!

Diego Rodrigo disse...

Você tem facilidade para isso, nasceu poeta.

Simplesmente isso, meu comentário fica assim!

AnDeЯsOn G. disse...

Um escritor.

Muito bacana mesmo.

Já tem livro publicado? Ia vender aos montes...

Rosangela A. Santos disse...

Adoreia a "história" e o poema tb .. ficou muito bem ..

Abç e sucesso!

MaikeMR disse...

Obrigado por comentar em meu blog. otimo o blog o seu

tenho post novo
http://www.fiqueplugado.com/

HQD disse...

muito foda esse ultimo post, parabéns.. :D
Parceria?

Caaah. disse...

Muito bem bolado o diálogo!
Encantador. Parabéns!
Té a proxima ;*

degaragem disse...

já li algo parecido uma vez, com falar parecidas, mas tem algo de diferente. Não sei dizer exatamente o que.


Foi texto do Luis Fernando Verissimo, sobre a construção da poesia.

.leticia santinon disse...

:)

Inez disse...

Noossaaaa como voc~e coloca bem as palavras, de uma coisa complicada para alguém você consegue transformar em algo simples, os sentimentos falam mais que qualquer palavra.

Fernanda Maria disse...

Muito legal, gostei da historinha....é real?

Lulu'Zinha disse...

adorei.nto boa mesmo!

Reh *-* disse...

:D que legaaal!!! O diálogo é bem interessante mesmo ^^

Parabéns pelo blog ;**

Vini e Carol disse...

Pô, muito legal essa história cara.
Bacana mesmo, vi que você escreve bem!

Se fosse vc mudava o layout do blog, colocaria algo mais chamativo, para assim receber mais visitas.

Abraço.

Tiago Dadazio disse...

MUITO BOM!
MARAVILHA!

Luiz Guilherme disse...

olha...mto bom essa sua história viu...vc deu uma vida aos personagens tão boa q até sorri no final.mto bom msmo...

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

HQD disse...

Opa, faremos então a parceria. que tal colocar baner? mande o seu para: hqdblog@gmail.com valeu

lorena disse...

grande sr f, satisfação em ve-lo de volta. a blogosfera perde em qualidade quando somes. faça mais isso naum. hehe

e a poesia não é só fazer versos, é um modo de encarar e sentir a vida, enxergando cada momento e sentimento como algo que se possa tirar proveito, quer coisa mais linda que um poema sobre desilusão amorosa. hehe, só os tolos enxergarm apenas o que há apenas de ruim e só os tolos enxergam o que há apenas de bom.

ser poeta é olhar além, por entre as linhas da vida.

abraços

=]

Thamii ~ disse...

oii...
primeiramente obrigada por ver meu blog e comentar...
eu gostei do seu comentário [me contradiz] mas de alguma forma eu achei ele obviu... acabei colocando algo, acho que um pouco mais objetivo, nos meus próprios comentários sobre isso.
bem, obrigada, me ajuda a pensar! rs
e desculpa responder assim >.<'
eu sei que é só pra fazer comentário no seu post... e aqui vai o meu:

adorei o que escreveu, na verdade, por um momento eu me identifiquei com a srta l. ~
me fez pensar em certas coisas...
obrigada, vou ler seus outros textos ^^

Branca disse...

Lindo texto, versos sutis, transmitindo uma mensagem deliciosa!! Parabéns pelo talento.

bjitos


Me faça uma visita qdo puder.

FAGGH® disse...

uhahuhua lendo rapido , achei que seu blog chamava se BLOG DO SURF auhuahhauhauhau
abrç
www.celebritypoke.blogspot.com

Didih xD disse...

gostei do blog ... o template ta bem legal ... parebens

Plugado disse...

Vontando a comentar.. curti muito o seu poema.. vc tem futuro

visite meu site quando puder
http://www.fiqueplugado.com/

- Babi . disse...

adoreeei o blog,
beijosaparece:*

Mr. Boa disse...

Muito bom texto, você escreve muito bem... e belo blog... Parabéns!

Visita?

http://dicasdoboa.blogspot.com/

Thaty disse...

Não preciso de elogios oportunos e muito menos de falsidades Braaaaaaaaaaavoooooo...... Demais Demais... Ah que bom que eu vim aqui... Sucessoooooo

rita disse...

Olá... tudo bem? Adorei!

Thamii ~ disse...

Oláá Sr. F
eu aceito a parceria, obrigada pela oferta... e eu não tenho banner ;/
td bem mesmo se for por link? :D

Helmo Albuquerque disse...

Um texto belíssimo e simples!

Marcus Vinicius disse...

Muito bom teu blog parabens gostei! :)

Thamii ~ disse...

Heyy Sr. F

prontinho~ também já coloquei ^^
tenha um bom dia!

mariana2409 disse...

Muito legal moço!!!

FAGGH® disse...

muito bcana o blog ...já passei por aqui outras vezes
abrç
www.celebritypoke.blogspot.com

Kah Ferreira; disse...

Adorei a história, rtealmente me sinto como a Sr L, as vezes. Porém deixo a inspiração vir a mim, parabéns pelo belo trabalho! ;*

Laís disse...

respondendo ao teu comentário...
é logico que é o pensamento capitalista da gilete, é uma marca e o que ela tem que fazer é vender, ou não faria menor sentido existir. Só que o bacaná é exatamente conseguer promover a marca de maneira criativa. =P
e quanto cara-de-pau? acho que não, ele são é espertos!

Pirú disse...

É um classico falar d versos q nunca foram lidos... vc q escreve ? c for... parabéns pela criatividade !

Comenta no meu blog também ok ???
http://escolhaopcional.blogspot.com
Abraços

Kah Ferreira; disse...

Sim, também é de poesias e podemos fazer a parceria sim, vou linkar você no meu blog =D

;*

Laís Lima disse...

iuheuhehe colando o que eu escrevi lá:
então, é exatamente por isso que a ação de guerrilha da certo, ela é criativa a ponto de alguém ir lá e fotografar e espalhar isso para outros amigos, jogar na internet, e muitas pessoas ficarem sabendo. ou sempre tem aqueles bobos que vão querer tirar foto se “barbeando” com uma gilete gigante… enfim… se as pessoas entenderem o que a marca quer dizer, ela vende sim. É o mesmo que dizer que olhar um outdoor não vai fazer com que a pessoa compre mais ou não, pois é um produto exposto!


enfim dando um ponto final nesse assunto... claro que podemos fazer uma parceria de links! vo adicionar no blog!

abraços!